8 Filmes que vão fazer você pensar além da caixa!

Cinema é a sétima arte. Desde o seu surgimento no começo do século XX o propósito do filme foi divertir, mas também levar à fuga do imaginário e uma boa reflexão. Para quem quer aproveitar a próxima sessão para pensar um pouco trazemos filmes que vão fazer você pensar além da caixa. Acha a sua vida difícil ou não acredita em superação? Nossas dicas de filmes também vão ajudar na reflexão.

filme-1

Dicas de filmes que vão fazer você pensar além da caixa

A Caixa – Com trilha sonora simples, elenco dos filmes corriqueiros de sessão da tarde como Cameron Diaz e James Marsden, o projeto dirigido por Richard Kelly passaria desapercebido se não levantasse uma questão importante: você seria capaz de matar alguém por dinheiro?

O casal da trama é Arthur e Norma, recém casados e com dificuldades financeiras. A solução chega à porta da dupla em uma caixa com um único dispositivo: um botão. No momento que apertarem ganharão um milhão de dólares, mas uma pessoa desconhecida em algum lugar no mundo morrerá. Você toparia?

filme-3

A vida de David Gale – mais uma vez a atuação de Kevin Spacey ao lado de Kate Winlet é fenomenal. Mas muito mais impressionante é como podemos ser conduzidos a uma verdade e a tomarmos como verdadeira.

David é um condenado à pena de morte. As evidências simples provam que ele matou a amiga, mas poderia ter outra solução este mistério? Quando a resposta mais óbvia surge à nossa frente, é mais fácil encontrar o culpado e seguir adiante.

O filme tem como proposta principal levantar a discussão sobre erros comuns em sentenças de morte aplicadas no sistema carcerário nos Estados Unidos.

Uma Mente Brilhante – não é à toa que a película foi a ganhadora do Oscar de Melhor Filme em 2002. Baseado em fatos reais, conta a vida do matemático John Forbes Nash. Um gênio dos números mas com um problema mental sério.

Acompanhamos durante a trama sua superação de seus medos e a luta para viver como alguém “normal” com uma mente sempre em trabalho contínuo.

filme-2A teoria de tudo – o cérebro é uma máquina extremamente funcional e pode agir de formas surpreendentes. O longa metragem conta a história de vida de Stephen Hawking, um dos físicos mais brilhantes do mundo mas acometido com uma doença degenerativa ainda na faculdade.

Dificuldades na escrita, fala e locomoção não o tornaram menos brilhante e muito menos o impediram de ser pai e casado duas vezes.

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças – além de ser um dos poucos dramas estrelados por Jim Carey, a proposta do filme é de se pensar um pouco. Como seria poder apagar alguém completamente da vida?

Uma decepção amorosa sem lágrimas é sinônimo de uma vida feliz? Poderíamos esquecer alguém tão facilmente? Talvez as experiências do passado tenham mais valor do que se imagina.

À Procura da Felicidade – toda listinha de bons filmes que vão fazer você pensar além da caixa sempre vai contar esta película porque a sua mensagem principal é realmente marcante: se você quiser, você consegue superar tudo.

Além do brinde de assistir Will Smith contracenando com seu filho pela primeira vez, vemos a relação de pai e filho superando dificuldades e amadurecendo em paralelo com o sucesso profissional baseado na perseverança. Vale a pena para quem pensa estar em dificuldades e ser o único no mundo.

Intocáveis – um cuidador de idosos pode ser muito além de um enfermeiro. Pode dar uma nova perspectiva de vida e ser responsável por uma linda amizade. Este é o caso de Phillipe, um tetraplégico e com um humor nada agradável, e seu cuidador Driss, um jovem com um passado sombrio mas em busca de melhorar de vida.

Clube de compras Dallas – quando há vontade de viver, todos os preconceitos são superáveis. Ron Woodroof é um eletricista de meia idade e com hábitos sexuais intensos, o que o deixa contrair a AIDs. E em meados dos anos 80 a doença era considerada apenas de gays, deixando o condenado à morte à beira de um colapso.

Mas em busca da sobrevivência Ron se volta para a sua força interior, busca soluções e ajuda muitas pessoas. Supera sua ganância a preconceito.

Comments are closed.